Criando um blog, sabe como é… escolher o layout, o estilo que tem mais a ver com o dono. Cores, figura de fundo, tamanho de letra, pra estar em harmonia com a mensagem que você quer passar com o blog e deixar a sua marca.

Aí vem a hora de editar o perfil. E é nesse ponto que quero chegar!
Confesso que eu gastei um tempo pensando no que escrever sobre mim mesma. Qual é a intenção (consciente ou não) que temos ao nos apresentar para o outro? Que imagem queremos passar?
Muita das vezes acrescentamos o fazer quando falamos de nós mesmos ou de alguém. “Deixa eu te apresentar o meu amigo fulano, advogado!” Não é assim? No mundo secular isso é fundamental, é questão de se colocar na sociedade: é falar de trabalho, de negócios! O que ele faz (sua profissão) é o que ele é. É questão de status.
Mas o que é mais importante: quem somos ou o que fazemos?

O mesmo exemplo vemos na igreja… “Deixa eu te apresentar o meu amigo fulano, missionário!” Missionário, pastor, diácono, levita, ministro de louvor, obreiro, etc…
Deus tem um chamado para cada um de nós e chama a cada um para algo específico. Amém! Mas se seu chamado – o que você faz, a sua função – faz com que você se sinta mais importante ou por alguma razão você é valorizado (a) por isso, lamento informar: esse é seu status!
Em uma das aulas do Webnário, aprendi que Deus está mais preocupado CONOSCO do que com a nossa PERFORMANCE.
Deus criou o homem para COMUNHÃO, relacionamento, intimidade com Ele. A Palavra nos diz (Gênesis 3:8) que o Senhor passeava no jardim do Éden na viração do dia para estar com Adão e Eva. Pai e filhos conversando de tardinha…
É no relacionamento com Deus, não uma vez ou outra, mas diariamente, no “a sós” com Ele, que somos moldados, transformados, passamos a ser pessoas melhores, aprendemos a amar, a perdoar, a se compadecer, a sermos corretos, sábios, a sermos VERDADEIROS.
Repito: Deus está mais preocupado CONOSCO do que com a nossa PERFORMANCE.
porque corremos o risco de fazer SEM ser;
porque no ativismo podemos ficar sem tempo para Ele;
porque podemos nos vangloriar com nossas obras;
porque corremos o risco de desejar elogios…
… e assim valorizar mais o olhar do homem do que de Deus;
porque podemos nos esconder atrás do ministério para parecermos mais santos…
… e ninguém vai ver quem realmente somos ou como estamos por dentro.
Às vezes a gente se esconde dos homens, mas de Deus nunca!
Se você foi confrontado(a) com o que leu, te aconselho a orar nesse momento. Eu e você somos tão errantes… mas se somos ovelhas, que deixemos o nosso Pastor nos puxar com Seu cajado e nos colocar no caminho certo!
Um beijo e até a próxima.

Este post tem um comentário

  1. Incrivel como Deus está abrindo novas frentes.
    Estarei passando aqui sempre que possivel para edificar minha vida.
    Espero que vc faça o mesmo em meu blog. Dessa forma estaremos trocando idéias e aprendendo juntos.
    Paz no amado de nossas almas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu